polen
Nos ajude nessa causa DOE AGORA

Novembro Azul: a cada 38 minutos um homem morre em decorrência do câncer de próstata

Fundação do Câncer alerta: 6 em cada 10 homens acima dos 65 anos podem ter câncer de próstata. Prevenção é o melhor caminho para evitar a doença

No Brasil, um homem morre a cada 38 minutos devido ao câncer de próstata, tipo da doença que representa quase 30% dos casos oncológicos no homem, conforme dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca). O movimento mundial Novembro Azul enfatiza a importância da prevenção e do diagnóstico precoce da doença. A Fundação do Câncer preconiza que os cuidados com a saúde masculina devem se estender por todo o ano e alerta que preconceito pode ser a maior barreira para a cura, não somente do câncer de próstata, como de uma série de outros cânceres que atingem a população masculina. “Entre os tumores malignos que afligem os homens no país, o câncer de próstata é o segundo mais comum, atrás apenas no câncer de pele não-melanoma. Estima-se que haja 66 casos novos de câncer de próstata a cada 100 mil homens. Por isso, a prevenção é fundamental. O homem não pode desleixar da sua saúde”, diz Luiz Augusto Maltoni Jr, diretor executivo da Fundação do Câncer. 

60% dos homens acima de 65 anos podem ter câncer de próstata

O comportamento do homem em não procurar ajuda faz com que o diagnóstico de muitas doenças seja feito tardiamente. Um levantamento feito pelo Centro de Referência da Saúde do Homem, órgão da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, revela que 60% (1,5 mil) do total de pacientes do sexo masculino acima dos 40 anos já estão com doenças em estado considerado avançado quando procuram tratamento. “O preconceito é o grande culpado desse cenário. É fundamental tornar os homens mais conscientes da necessidade de realizarem exames periódicos e acompanhar sua condição de saúde com regularidade”, ressalta Maltoni, que é cirurgião oncológico.

“Dados do Ministério da Saúde apontam que seis em cada 10 casos de câncer de próstata ocorrem a partir dos 65 anos. A prevenção é o melhor caminho para se viver com saúde”, enfatiza o diretor executivo da Fundação do Câncer.

Saiba mais sobre o câncer de próstata

O que é próstata?

É uma glândula do sistema reprodutor masculino, com cerca de 20 gramas, que cresce e se modifica a partir dos 40 anos de idade em todos os homens. A próstata fica localizada na frente da bexiga, envolvendo a porção inicial da uretra, tubo responsável por eliminar a urina armazenada na bexiga. O órgão produz parte do sêmen, liberado durante o ato sexual. 

Como surge a doença? 

Durante o funcionamento da próstata, algumas células podem se desenvolver e multiplicar de forma anormal, provocando o surgimento de um tumor. 

Quais os sintomas? 

Na fase inicial da doença, não existem sintomas aparentes. Somente a realização do exame periódico permite um diagnóstico precoce. Após o crescimento do tumor, os sinais e sintomas podem começar a aparecer, como sangramento na urina, vontade de urinar com frequência e dificuldades para urinar. Quando em estágio mais avançado, emagrecimento e dores na coluna podem ocorrer, significando que a doença progrediu. 

Como é feito o diagnóstico? 

O exame de PSA (antígeno prostático específico) é solicitado anualmente para acompanhar as alterações específicas da próstata. O resultado quando alterado, pode indicar situações como inflamações, infecções, hiperplasia (crescimento benigno) e também o surgimento do câncer de próstata. O toque retal e a dosagem do PSA servem para indicar a necessidade da biópsia da próstata (retirada e análise de fragmentos da glândula e única forma de confirmar uma suspeita de câncer). 

Quando procurar o médico?

No caso do câncer de próstata, homens a partir dos 40 anos de idade com fatores de riscos, ou aos 50 anos, quando não apresentam histórico familiar da doença, devem procurar anualmente o médico Urologista para a realização do exame de toque, importante para avaliar alterações na glândula. 

Como posso prevenir? 

Adotar hábitos saudáveis diminui o risco de várias doenças, inclusive o câncer. O recomendado é manter uma alimentação saudável e equilibrada, praticar regularmente atividades físicas, manter o peso ideal, identificar e tratar adequadamente a pressão alta, diabetes e problemas de colesterol e não fumar.