polen
Nos ajude nessa causa DOE AGORA

Relatório Anual 2019

INÍCIO          MENSAGEM          INSTITUCIONAL          PESQUISA          PREVENÇÃO          TRANSPLANTE          HOSPITAL          DOAÇÃO          RESULTADOS

Relatório Anual 2019

INÍCIO          MENSAGEM          INSTITUCIONAL          PESQUISA          PREVENÇÃO          TRANSPLANTE          HOSPITAL          DOAÇÃO          RESULTADOS

Laços com a vida e a inovação

Em nome da Fundação do Câncer, é com grande prazer que apresento nosso Relatório Anual 2019. A publicação retrata a temática que permeou nossa atuação ao longo do ano: a busca pela inovação.

Esta é a primeira vez que lançamos um relatório digital. Idealizado para simbolizar um passo em direção à entrada na era de tecnologias disruptivas, a escolha de meio digital reflete a evolução do nosso trabalho, a busca por atualização constante, sempre norteadas pelo foco na sustentabilidade e perenidade de nossas atividades. Afinal, a inovação marca a trajetória desta instituição.

Para simbolizar este forte laço com a vida e a esperança, que une o trabalho da Fundação do Câncer com a sociedade, desde 1991, nosso símbolo ganhou mais movimento e sentido nas páginas deste relatório. É o laço que se transforma, ressignifica, amplia e perpassa todas as áreas e pessoas aqui representadas.

Nosso laço evidencia que onde houver um profissional dedicado à saúde e um ser humano lutando pela vida, estão representados, também, trabalho e esforço diários da equipe da Fundação. E, junto conosco, estão sempre o sentimento e a abnegada contribuição de cada pessoa ou empresa que, há quase trinta anos, vêm mantendo viva a instituição.

Em 2019, a presidência do Conselho de Curadores passou a ser conduzida pelo respeitado cirurgião Dr. Paulo Niemeyer Soares Filho. Em um ano permeado por lutas e avanços, seguimos investindo e ampliando nossos projetos de informação, conscientização e debate público sobre prevenção e controle do câncer.

Importantes bandeiras da nossa luta contra o câncer, como o combate ao tabagismo, contra os novos dispositivos como, por exemplo, os cigarros eletrônicos, que são as novas armas da indústria, foram objeto de debates em audiências públicas. Em parceria com instituições e cientistas, mostramos que os malefícios à saúde estão presentes e, pior, ampliados, nesses aparelhos. E não paramos por aí: falamos sobre vacinação de crianças e adolescentes contra o HPV como arma de proteção contra o câncer de colo de útero; divulgamos informações sobre os tumores de mama, próstata e pele, entre outros tantos. Inovamos em plataformas com uso ampliado de redes sociais para divulgação de workshops, eventos, palestras, transmissões ao vivo, entre outros.

Além das ações de prevenção e informação, nos esforçamos para manter em atividade as pesquisas científicas no hospital Fundação do Câncer e em outras instituições, por meio de parcerias. Esse é um trabalho fundamental para que avancem as descobertas que sustentarão o desenvolvimento de novos medicamentos e técnicas para tratamento do paciente com câncer.

Ao longo do ano, profundas e necessárias mudanças foram aprovadas pelo Conselho Curador e implementadas em diversas áreas, como no relacionamento com nosso público interno. Reestruturamos nossa área de Comunicação Institucional e estamos mais próximos e abertos ao diálogo. Essa abertura trouxe benefícios: novas ideias e engajamento de todos com nossa missão e valores.

Diariamente, trabalhamos com toda nossa dedicação e um profundo e genuíno amor pelo que fazemos. Em cada programa, projeto ou parceria que desenvolvemos, investimos muito mais do que recursos financeiros. Aplicamos todo nosso empenho e o desejo de transformar realidades e salvar vidas. Somos muito mais do que aqueles que aqui trabalham.

Somos cada doador que nos apoia; cada empresa que acredita em nossos projetos e financia atividades; cada história de vida que já foi tocada pelo resultado de nossa atuação. Somos cada vida humana que teve uma segunda chance após lutar e vencer o câncer. Somos aqueles que, mesmo lutando bravamente, não conseguiram suportar a batalha e partiram. Por todos eles e pelos mais de 600 mil brasileiros apontados na previsão da doença para 2020, de acordo com dados do INCA, seguimos trabalhando. Afinal, há um laço maior que nos une: a vida.

É o resultado desse laço de amor e dedicação que apresentamos nesse relatório.

Boa leitura.

Luiz Augusto Maltoni

Diretor Executivo da Fundação do Câncer

Em memória do Dr. Marcos Moraes

Durante a elaboração deste relatório anual, a Fundação do Câncer e a medicina brasileira perderam um de seus maiores expoentes. Dr. Marcos Moraes, fundador da instituição, faleceu no dia 4 de maio de 2020, deixando um legado para o controle do câncer. Sua atuação foi determinante para a expansão do Instituto Nacional de Câncer, que dirigiu por oito anos, na década de 1990.

Ele deixa saudades eternas e exemplos de luta, persistência e coragem para toda uma geração de profissionais da saúde e para todos nós, que, hoje, levamos adiante a instituição que ele criou e que era seu “sonho grande”.

Este relatório é dedicado à sua memória.