polen
Nos ajude nessa causa DOE AGORA

Parceria com a Ecoponte chama atenção para o perigo do vírus que causa câncer e atinge mais da metade da população brasileira jovem

Um grande painel nos dois sentidos da Ponte Rio-Niterói convida famílias a vacinar seus filhos, na faixa etária dos 9 aos 14 anos, contra o Papilomavírus Humano (HPV). A mensagem da campanha da Fundação do Câncer, em parceria com a Ecoponte, está alinhada à estratégia global da Organização Mundial de Saúde, a OMS: prevenir o vírus do HPV por meio da imunização de 90% das meninas antes dos 15 anos e, por consequência, milhões de mortes de mulheres por câncer de útero no mundo. O vírus, que também pode causar tumores de cabeça e pescoço e órgãos genitais em homens e mulheres, está presente em mais da metade da população brasileira jovem, segundo o Estudo Epidemiológico Sobre a Prevalência Nacional de Infecção pelo HPV, realizado através do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (Proadi-SUS).

“Nosso intuito é chamar atenção dos pais para uma questão crucial para a saúde de meninas, de 9 a 14 anos, e meninos, de 11 a 14 anos. Muitos pais ainda se perguntam o porquê de vacinar seus filhos nessa idade, já que muitos ainda nem iniciaram suas vidas sexuais. Mas a proteção é fundamental nessas faixas-etárias, pois já se sabe que a vacina tem maior eficiência quando administradas antes da exposição ao HPV; a resposta imunológica é mais duradoura”, alerta o diretor executivo da Fundação do Câncer, o médico e cirurgião oncológico Luiz Augusto Maltoni.

A mensagem da campanha lembra aos pais que os adolescentes podem escolher a profissão que quiserem exercer no futuro, mas, para isso, precisam ter saúde e se prevenir contra o câncer. “É preciso tomar, hoje, as duas doses de vacina contra o HPV para ter uma vida mais saudável amanhã”, completa o diretor da Fundação do Câncer. A transmissão do HPV se dá por contato direto com a pele ou mucosa infectada. Na maioria das vezes, é transmitido através da relação sexual (95%).

Para o coordenador de Sustentabilidade da Ecoponte, Pietro Franco, a parceria da Ecoponte com a Fundação do Câncer “é fundamental para que conscientizar cada vez mais pessoas sobre temas importantes sobre saúde”. “Diariamente cerca de 150 mil veículos passam nos dois sentidos da Ponte e as lonas instaladas na rodovia são um lembrete para o usuário cuidar da sua saúde e da família”, comenta Pietro.

Redes sociais

A campanha, que começou em uma mídia tradicional, se estende por dois meses nas redes sociais da Fundação do Câncer (Facebook, Instagram, Linkedin, além de campanha de display do Google), sempre voltada para profissões desejadas pelas crianças, como astronauta, médica, professora e cantora. “Ainda temos outras publicações a serem feitas e criamos as postagens de acordo com as profissões que os jovens mais desejam. Para isso, conversamos com vários deles”, conta Maltoni,  diretor da Fundação do Câncer.

Sobre a vacina

A imunização por HPV está disponível gratuitamente no SUS para meninas, de 9 a 14 anos, e para meninos, de 11 a 14 anos. As duas doses da vacina devem ser ministradas com 6 meses de intervalo. Ela também é aplicada em pessoas infectadas pelo HIV/AIDS e pessoas transplantadas na faixa etária de 9 a 26 anos. De acordo a Sociedade Brasileira de Infectologia e a Sociedade Brasileira de Imunizações, o HPV está associado a 99% dos tumores malignos de colo de útero, 63% de câncer de pênis, ânus (91%), vagina (75%), orofaringe (72%) e vulva (39%).

Compartilhe